Todas as cosmicômicas - Ítalo Calvino


Você espera por mais um livro de contos, talvez, uma ou outra crônica, mas nestes contos ou cosmicômicas, escritos a partir de textos e conceitos científicos, a grande parte sobre fenômenos relacionados ao universo, ou à origem das cousas. E então, quando você menos espera, tudo a que estamos acostumados transforma-se, mergulhamos em um universo lúdico, fantástico, onde tudo é possível, espaços antes desconhecidos tomam formas e cores em seus contos, mas os sentimentos e conflitos abordados são humanos, demasiados humanos.


A narrativa de Calvino tem cheiro, sabor, som e cor, mas nenhuma dessas sensações são como as conhecemos e sim, reinventadas.

Qfwfq é o herói das cosmicômicas, testemunha ou agente principal da origem e das des-origens do universo. 

Humor, paixão, desejo, comunicação, solidão, disputas... permeiam as cosmicômicas.

Entre os meus favoritos...

"Um sinal no espaço": conflitos e egos, os desafios da comunicação e da interpretação. Ser e parecer confundem-se num universo em formação.

"Sem cores" Inquietante cosmicômica sobre a beleza( Ayl é encantadoramente linda e pura e o encanto que exerce em Qfwfq comove) sobre o espaço de cada um, onde o cinza predomina até que...

"A distância da lua" impossível comentar, somente apreciar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário