Divagantes

as vezes tenho sim
essa estranha impressão que a literatura vai me libertar de mim

mas o que persiste mesmo é o medo do abismo

e do absurdo
dessa outra que na palavra talvez eu seja


então é como se essa dor e essa densidade que me estremece

fossem de repente se-me-revelar
e eu saberia de algum mistério
será?

acho que eu tenho mesmo medo é de existir

Nenhum comentário:

Postar um comentário